sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

A Linha

Dir-se-ia que a estrada era o rio. O mar.
Cimento. A marginal era uma grande extensão de cimento, progredindo sobre um dos patamares da ravina. Vários quilómetros de muros de suporte. De vedações em pedra.
Abaixo, antes do leito do rio, o caminho-de-ferro.
Lisboa - Estoril. A única linha eléctrica em todo o País. Bastante imperfeita, segundo se dizia. Logo que chegara às Obras Públicas, em 1932, Duarte mandara corrigir o percurso entre o Bom Sucesso e Alcântara.
Entretanto, a continuação até Cascais.

A Cova do Lagarto
Filomena Marona Beja
A Ler por aí... em Lisboa (Alameda) e outros lugares

Nenhum comentário: