quinta-feira, 2 de maio de 2013

Antonio Tabucchi explica Requiem

(...) preferi tocar a minha música não num órgão, que é um instrumento próprio das catedrais, ma numa gaita de beiços, que se pode levar no bolso, ou num realejo, que se pode levar pelas ruas.

Para Ler por aí... em Lisboa


Nenhum comentário: